Ana Carolina Martins da Silva. Educadora. Ambientalista. Poetisa. Ativista Social. Bonequeira.

Parecia um sonho, mas era bem real: música perfeita; músicos perfeitos, tudo maravilhoso. Como não ficar deslumbrada?
Dia: 21/07/2016 – No palco do SESC POA: Renato Borghetti Quarteto com o espetáculo “Gaita na Fábrica”. O trabalho foi gravado inteiramente no espaço cultural onde o artista desenvolve seu projeto social “Fábrica de Gaiteiros”, na cidade da Barra do Ribeiro, às margens do Rio Guaíba.

Show de Lançamento do CD "Gaita na Fábrica": Daniel Sá, Pedrinho Figueiredo, Vitor Peixoto e Renato Borghetti.

Show de Lançamento do CD “Gaita na Fábrica”: Daniel Sá, Pedrinho Figueiredo, Vitor Peixoto e Renato Borghetti.

Borghetti Quarteto 2

Momento tão esperado. O autógrafo e a foto: Ayres Cerutti, Borghetti, Ana Carolina e Daniel Sá.

Borghetti e Quarteto 3

Daniel Sá e Pedrinho Figueiredo – dos Deuses.

Borghetti Quarteto 4

O autógrafo… é muita emoção para um coração tão cansado de guerra – como o meu.

Borghetti Quarteto 5

Começou hoje a turnê Arte Sesc de Renato Borghetti pelo RS Porto Alegre, Camaquã, Jaguarão, Canoas, Gravataí, Erechim e Passo Fundo recebem o espetáculo musical “Gaita na Fábrica” entre julho e agosto. (Fonte: Site do SESC RS).

20160721_221806-1

“Gaita na Fábrica” – Renato Borghetti Quarteto (RS) – Fonte: Site do SESC RS.
Sinopse: Renato Borghetti e seu quarteto estão lançando seu novo trabalho, “Gaita na Fábrica” gravado inteiramente no espaço cultural onde desenvolve seu projeto social “Fábrica de Gaiteiros”, na cidade da Barra do Ribeiro as margens do Rio Guaíba. Local mágico e inspirador, onde jovens e crianças aprendem a tocar e construir o instrumento símbolo de seu estado a gaita- ponto (ou gaita de oito baixos) e desenvolvem o amor pela música. Impregnado desta atmosfera, neste trabalho feito em áudio e vídeo na sua grande maioria autoral de Renato Borghetti Quarteto, amigos que trabalham juntos a mais de 20 anos, foram selecionadas 12 gravações inéditas fruto de experiências, andanças, viagens e relacionamentos ao longo do tempo. Um registro maduro e contemporâneo composto de um mosaico de ritmos como Milongas, Vaneiras, Xote e Chamamés, tão característicos deste nosso sul de Brasil e executadas por uma formação quase erudita, pouco comum no instrumental gaúcho, composta por piano (Vitor Peixoto), sax alto /flauta (Pedro Figueiredo) e violões (Daniel Sá) que também assina a direção musical).

Vamos a uma palhinha?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: