Ana Carolina Martins da Silva. Educadora. Ambientalista. Poetisa. Bonequeira.

ATUALIZANDO O POST 3:

Assentados protestam em audiência pública sobre mina de carvão:  Sob forte aparato policial, encontro foi marcado por relato da Copelmi, que nega impacto ambiental e social, e manifestações de moradores. Manchete do Jornal Extra Classe – do SINPRO/RS em matéria de Gilson Camargo. Março/2019.

Divulgação Jornal ExtraClasse Mineração Guaíba 2019

Faltavam três minutos para o início da audiência pública sobre o licenciamento ambiental prévio de lavra de carvão da empresa Copelmi, em Eldorado do Sul, agendada por edital para às 18h da última quinta-feira, em Charqueadas, quando o presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador federal Thompson Flores, suspendeu uma liminar da 9ª Vara Federal de Porto Alegre que horas antes havia cancelado a reunião por ter sido marcada antes da conclusão da análise do EIA/RIMA pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luís Roessler (Fepam).

O recurso à segunda instância foi uma iniciativa da Fepam, que manteve a mobilização para a realização da audiência. O encontro ocorreu sob forte aparato policial e foi marcado por protestos de ambientalistas e agricultores do assentamento Apolônio Apolônio de Carvalho, que poderá desaparecer com a instalação da mina. O assentamento é a segunda maior unidade produtora de arroz orgânico do estado depois de Viamão, e envolve 72 famílias de agricultores, em 700 hectares de cultivo de arroz e também na produção de hortaliças. Um projeto de piscicultura que está em implantação com financiamento do BNDES também fica inviabilizado com a planta de extração de carvão.  Entre outros impactos, dois arroios terão que ser desviados de acordo com o do Estudo de Impacto Ambiental e o Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima) em debate na audiência.  Jornal Extra Classe – do SINPRO/RS em matéria de Gilson Camargo. Março/2019. Clique aqui para saber mais.

Foto: Fepam/ Divulgação – por Jornal ExtraClasse.

ATUALIZANDO O POST 2:

Mineração: presidente do TRF4 suspende liminar obtida por entidades ambientalistas. MANCHETE DO SUL21Clique aqui para ler a matéria.

Leia também no Extra Classe/SINPRO-RS:

Mina de carvão em Eldorado do Sul ameaça Delta do Jacuí – Relatório de Impacto Ambiental é contestado por ambientalistas e representantes dos atingidos. Projeto coloca em risco o Baixo Jacuí, Guaíba e Lagoa dos Patos. Clique aqui – Matéria completa.

ATUALIZANDO O POST 1:

A Audiência Pública foi suspensa por liminar pelos motivos que seguem: Liminar Suspensão Audiência Pública

A suspensão foi demandada por ONGs ligadas à APEDEMA/RS. Clique para saber mais: 14_MAND1

AGAPAN,INGÁ e UPV emitiram nota pública conjunta. Clique aqui para conferir a nota.

EIA-RIMA disponível:

http://copelmi.com.br/eia-rima-mina-guaiba/

Repasso ofício do CERBMA-RS encaminhado pela Biól.MSc.Lisiane Becker  Coordenadora-presidente Instituto MIRA-SERRA (ONG); P.A.R.B. da Mata Atlântica – MaB/ UNESCO; membro CONSEMA-RS, CERBMA-RS, CN-RBMA,CD-FNMA, CC RMA,CNRPPN, CONAMA e CCN/Ibama,  sobre o tema Mina/Guaíba RS.

Clique no título para ler o ofício: Oficio 038-16 Manifestacao mina Gauiba ao MPE

Fragmento – Ofício sobre danos à natureza Mina Guaíba RS

Clique aqui para saber mais.

Comentários em: "Mineração de carvão – Projeto Guaíba/ Copelmi. Audiência Publica, quinta, 18 h, Charqueadas – Atualizações" (2)

  1. […] Mineração de carvão – Projeto Guaíba/ Copelmi. Audiência Publica, quinta, 18 h, Charquead… […]

  2. […] Mineração de carvão – Projeto Guaíba/ Copelmi. Audiência Publica, quinta, 18 h, Charquead… […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: