Ana Carolina Martins da Silva. Educadora. Ambientalista. Poetisa. Ativista Social. Bonequeira.

Arquivo para a categoria ‘Empoderamento feminino’

Receita de Tortinha de Amendoim sem glúten

Receita muito fácil de Tortinha de Amendoim sem Glúten e um papo bem descontraído com a Ana De Cesaro! PARA DICAS, RENDIMENTO E SUBSTITUIÇÕES ACESSE: http://receitasdeminuto.com/tortinha-…

:::: Conheça o canal da Ana: https://www.youtube.com/user/anadecesaro

Publicado em 29 de fev de 2016 por Gisele Souza.

 

 

Anúncios

Ano novo, novo desafio: Coordenação da APEDeMA/RS.

Coordenação da APEDeMA-RS

Clique aqui para saber mais.

14/7 – Dia mundial da Liberdade

Que viva sempre!

Zeca Baleiro – um poeta que me representa.

 

28/6 – Dia do Orgulho Gay

‘Significado do Protesto Negro’, de Florestan Fernandes, lançamento em SP

A Fundação Perseu Abramo (FPA) e a Editora Expressão Popular realizam o debate de lançamento do livro “Significado do Protesto Negro”, de Florestan Fernandes. A atividade acontece no dia 26 de junho, às 18h30, na Livraria Expressão Popular – Rua Abolição, 201, Bela Vista, São Paulo (capital).

Participam do debate Flávio Jorge Rodrigues da Silva, membro do Conselho Curador da FPA e da Coordenação Nacional de Entidades Negras (Conen), e co-fundador da Soweto – Organização Negra; o jornalista Florestan Fernandes Jr.; Maria José Menezes, do Núcleo de Consciência Negra da USP; e Weber Lopes, doutorando na Universidade Federal do ABC (UFABC).

Florestan Fernandes vive!

 

Porto Alegre e Aids – Hora de discutir a relação

Gregório Mascarenhas, do SUL21, assina uma matéria bem interessante:Porto Alegre, capital da Aids no país: ‘paradoxo em uma cidade moderna – ou que já foi moderna’”. Publicado em: 21 de junho de 2017, é um empurrão para que se pense no assunto.

Porto Alegre é hoje a capital com maior número de óbitos como consequência do vírus HIV no país. A média nacional de detecção é de 19,7 pessoas a cada 100 mil habitantes, mas, na capital do Rio Grande do Sul a taxa é de 94,2 pessoas. O Estado, na mesma tendência, é o segundo, no país, em taxa de identificação de pessoas com Aids, atrás apenas do Amazonas. “O principal problema é vinculado à falta ou à precariedade das políticas públicas de prevenção ou tratamento”, disse o vereador Aldacir Oliboni (PT), proponente de uma audiência pública, ocorrida na manhã desta terça-feira (20), a respeito do enfrentamento de doenças sexualmente transmissíveis.

Clique aqui e saiba mais.