Ana Carolina Martins da Silva. Educadora. Ambientalista. Poetisa. Ativista Social. Bonequeira.

Arquivo para a categoria ‘GESP Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas’

Dionil Machado Pereira – UPPAN – Dicas Ecológicas para pensar sobre as Eleições/2018.

Vídeo integrante do Projeto: “A Ecologia e as eleições de 2018”, que visa popularizar ideias, dicas e atitudes de ecologia para pautar os planos de governo a serem apresentados; e as tomadas de decisão de voto nas eleições de 2018.

Dionil Machado Pereira UPPAN

Os vídeos contam com importantes parcerias dentre ONGs filiadas à APEDEMA-RS, bem como, outros Movimentos Sociais, docentes de Universidades e pessoas das mais diversas tendências filosóficas que se preocupam com um Plano de Vida Plena e Sustentável para todos. A promoção do Projeto é uma ação conjunta entre as ONGs Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas (Passo Fundo/RS) e Associação São borjense de Proteção ao Ambiente Natural (São Borja/RS).

CRÉDITOS

Audio via whatsapp: Dionil Machado Pereira -UPPAN – União Pedritense de Proteção ao Ambiente Natural/Dom Pedrito/RS

Imagens: Redes Sociais; Foto com logotipo do WhatsApp: Justin Sullivan – Gettyimages980.

Edição: Ana Carolina Martins da Silva -GESP- Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas/Passo Fundo/RS; ASPAN- Associação Sãoborjense de Proteção ao Ambiente Natural/São Borja/RS

Trilha Sonora: Coberta de Alma – Ivan Therra (Gentilmente cedida pelo artista para uso desse Canal)

Porto Alegre-RS – 02/07/2018

Clique aqui e assista também o Vídeo 1 desse Projeto: Plataforma da SOS Mata Atlântica para as eleições 2018 – Mário Mantovani. Para acessar a Plataforma da SOS Mata Atlântica, Clique aqui.

Mário Mantovani SOS Mata Atlântica

Anúncios

Prof. Dr. Leonardo Beroldt e o 2º Encontro Tragédia dos Comuns – O vídeo

O que fazer com os Bens Comuns? Água doce, florestas, oceanos, biodiversidade? Hardin e Ostrom apontaram caminhos. Saiba como!

Prof. Dr. Leonardo Beroldt e Prof. Dr. Celmar Corrêa Oliveira apresentam o 2º Encontro do ciclo de palestras e debates em torno da obra “A tragédia dos Comuns” popularizada pelo biólogo Garrett Hardin (1968): “A relação da Tragédia dos Comuns com o Desenvolvimento Regional” – Debatedor: professor Leonardo Beroldt – Dia 29/06/2018 – Campus Central da Uergs/Porto Alegre.
Promoção: Grupo de Pesquisa Políticas, Gestão Pública e Desenvolvimento Uergs/CNPq e Mestrado em Ambiente e Sustentabilidade da Uergs.
Apoio: CARAV e APEDEMA/RS.

Clique aqui para conferir com o Prof. Dr. Celmar Oliveira sobre os três Encontros.

CRÉDITOS
Imagens do Prof. Beroldt e do Prof. Celmar e Edição de Vídeo:
Profa. Ana Carolina Martins da Silva – Docente da Uergs e associada das ONGs Membros da APEDEMA/RS – GESP e ASPAN:
Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas – Passo Fundo/RS,
Associação São Borjense de Proteção ao Ambiente Natural -São Borja/RS.
Imagens das capas de Jornal e de Revistas:
Web/Busca Google; Site do Jornal “JÁ”; Site da Uergs/ASSCOM-Uergs; Blog de Rafael Rangel Winch; dentre outros.
Fragmento sobre Ostrom: CAPELARI, M.G.B; CALMON,P.C.D.P; ARAÚJO, S.M.V.G.de. Vicent e Elinor Ostrom: duas confluentes trajetórias para a governança de recursos de propriedade comum. Disponível em Cielo: Ambient. soc. vol.20 no.1 São Paulo Jan./Mar. 2017.
Agradecimentos:
Grupo de Pesquisa Política, Gestão Pública e Desenvolvimento UERGS/CNPq – Bolsistas: José Piethro Santos da Silva, Diego Françoes de Souza, Laura Ferraz Bäick,
Trilha Sonora: Bridges – Dan Lebowitz – Mídia Livre
Biblioteca de Audio do Youtube – Porto Alegre/RS – Brasil – 26.6.2018.

Prof. Celmar Oliveira e os três encontros sobre “A tragédia dos Comuns” – O vídeo.

Prof. Dr. Celmar Corrêa Oliveira apresenta os três encontros do ciclo de palestras e debates em torno da obra “A tragédia dos Comuns” popularizada pelo ecologista Garrett Hardin no ensaio “The Tragedy of the Commons“, publicado em 1968 na revista Science.[2 e sua aplicação nas diferentes áreas do conhecimento da Gestão Pública. Projeto de Extensão: “A Tragédia dos Comuns Hoje: Seu Legado no Desenvolvimento de Políticas Públicas” – Uergs/Porto Alegre. 

Promoção: Grupo de Pesquisa Políticas, Gestão Pública e Desenvolvimento Uergs/CNPq e Mestrado em Ambiente e Sustentabilidade da Uergs.

Apoio: CARAV e APEDEMA/RS.

Clique aqui para assistir o vídeo com o palestrante do segundo encontro: Prof. Dr. Leonardo Beroldt.

CRÉDITOS

Imagens do Prof. Celmar e Edição de Vídeo:

Profa. Ana Carolina Martins da Silva – Docente da Uergs e associada das ONGs Membros da APEDEMA/RS – GESP e ASPAN:

Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas – Passo Fundo/RS,

Associação São Borjense de Proteção ao Ambiente Natural -São

Borja/RS.

Imagens do evento do dia 23.5.2018: Grupo de Pesquisa Política, Gestão Pública e Desenvolvimento UERGS/CNPq.

Bolsistas:

José Piethro Santos da Silva, Diego Françoes de Souza, Laura Ferraz Bäick.

Imagens das capas de Jornal e de Revistas: Web/Busca Google; Site do Jornal “JÁ”; Blog de Rafael Rangel Winch;  dentre outros.

Fragmento sobre Ostrom: CAPELARI, M.G.B; CALMON,P.C.D.P; ARAÚJO, S.M.V.G.de. Vicent e Elinor Ostrom: duas confluentes trajetórias para a governança de recursos de propriedade comum. Disponível em Cielo: Ambient. soc. vol.20 no.1 São Paulo Jan./Mar. 2017.

Dados sobre a autora do site da INDIANA UNIVERSITY BLOOMINGTON, do texto: “Armadilha da violência – o foco da Palestra inaugural do Memorial de Vincent e Elinor Ostrom.” de Steve Hinnefeld/fev.2015.

Trilha Sonora: Bridges – Dan Lebowitz – Mídia Livre – Biblioteca de Audio do Youtube.

Porto Alegre/RS – Brasil – 26.6.2018.

A Ecologia e as eleições de 2018 – a Plataforma da SOS Mata Atlântica

Esse blog apresenta hoje – com muita alegria e fé no futuro – o primeiro vídeo integrante do Projeto: A Ecologia e as eleições de 2018: “Plataforma da SOS Mata Atlântica para as eleições 2018 – Mário Mantovani”.

Clique aqui para obter cópia da Plataforma da SOS Mata Atlântica.

O Projeto: A Ecologia e as eleições de 2018 tem como objetivo: popularizar ideias, dicas e atitudes de ecologia para pautar os planos de governo a serem apresentados; e as tomadas de decisão de voto nas eleições de 2018. Os primeiros vídeos já estão sendo editados e constam com importantes parcerias com ONGs filiadas à APEDEMA-RS, bem como, outros Movimentos Sociais, docentes de Universidades e pessoas das mais diversas tendências filosóficas que se preocupem com um Plano de Vida Plena e Sustentável para todos – numa ótica mais biocentrista, do que antropocentrista. A promoção do Projeto é uma ação conjunta entre as ONGs Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas (Passo Fundo/RS) e Associação Samborjense de Proteção ao Ambiente Natural (São Borja/RS).

5 de junho – Dia do Meio Ambiente – cada vez com mais com menos.

Dia do Meio Ambiente, pois é, cada vez estamos com menos “Meio”, pelo que se vê. Estamos vivendo um futuro que, não apenas repete o passado, mas o agrava, o piora, porque – antes – tínhamos esperança! Porém, como dizia Cazuza: “O tempo não pára” , então, quem sabe… amanhã será um novo futuro? Dia de Meio Ambiente é dia de debate, por isso, posto novamente um vídeo que fiz, em junho de 2016, publicando em maio do mesmo ano. São depoimentos e reflexões sobre a flexibilização da Legislação Ambiental no Brasil, para subsidiar e instrumentalizar sobre este tema em ambientes de defesa de ideias.  Tive o auxílio luxuoso do Prof. Paulo Brack (DOCENTE DA UFRGS e REPRESENTANTE DO INGÁ/PORTO ALEGRE); do Ambientalista Sylvio Nogueira (AGAPAN, MOGDEMA, MOVIMENTO EM DEFESA DA ORLA e outros Movimentos sociais); do Augusto Costa (TAXISTA DE PORTO ALEGRE/RS); do Jornalista Ayres Cerutti (EDITOR DA REVISTA PROGRAMA de TURISMO) e Banda BATE&SOPRA, que me autorizou que usasse sua interpretação para uma canção do Pepeu Gomes:  A Flor do desejo.

Em contato com prof. Brack, perguntei se gostaria de atualizar alguma informação para essa postagem. Ele me respondeu assim:

No Dia do Meio Ambiente, o balanço continua negativo em relação aos cuidados necessários para a manutenção dos ecossistemas gaúchos. Seguimos sendo testemunhas do descaso deliberado dos governos que encaram meio ambiente como “trava” aos seus interesses imediatistas de uma economia de ganância e apropriação da natureza. Neste ano eleitoral, a população deve varrer políticos que mantêm a lógica de que meio ambiente atrapalha. Temos ainda tempo para esta mudança. Mas, a natureza está adoentada e precisa de cuidados emergenciais e da atenção de todos! (P.Brack – 5/6/2018).

Clique aqui para ler entrevista do prof. Paulo Brack no blog: Via Biodiversa.

Diga: Não! à flexibilização da Legislação Ambiental no Brasil, me pareceu importante hoje, pois trouxe para o vídeo Textos Fundamentais: A Constituição Brasileira; o livro “A HISTÓRIA DO AMBIENTALISMO” de AUGUSTO CUNHA CARNEIRO, SAGRA, 2003; “O Licenciamento ambiental sob ataque severo do poder econômico” de EDUARDO LUÍS RUPPENTHAL, publicado no SUL21 (28/abr/2016).

Mais do que nunca, precisamos ressignificar o bordão: “Salve a natureza!”

Post sincerão – como diz a Ana De Cesaro

Meus queridos – poucos – mas sinceros seguidores. Estive por ali salvando o mundo e fiquei meio sem tempo para postagens. Como sabem, nada anda fácil em termos de salvação hoje em dia. Tentei salvar o meu mundo (estudando – apoiando minha família – pais e filhas), salvar o mundo Terra (ajudando na articulação da APEDEMA-RS) e o mundo espiritual (indo na minha catedral Metodista). Enfim, muita coisa acontecendo – desnecessário dizer – é só olhar em volta – todos os mundos estão interligados e está tudo muito complicado.

Confirmação de votos Catedral Metodista

Sala de Estudos Doutorado em Letras – UniRitter

Eleição RP1 CMDUA – POA

Assembleia Geral APEDEMARS 24.3.2018

Fórum ULBRA

Fórum Ulbra II

Cuidando e sendo cuidada – papai e mamãe

Vivendo meu tempo. Escorando os meus – na hora da “percisão”.

Então, mando beijos para todos e todas e continuemos!!

 

Ano novo, novo desafio: Coordenação da APEDeMA/RS.

Coordenação da APEDeMA-RS

Clique aqui para saber mais.