Ana Carolina Martins da Silva. Educadora. Ambientalista. Poetisa. Ativista Social. Bonequeira.

Posts marcados ‘Padre Marcelo Rossi’

2017 – o ano “novo”!!

Encerrar um ano inacreditável é difícil, porque ele não se encerra em si mesmo, a vida continua com ele, que se estende. 2016 nunca mais vai ser esquecido, a gente pensa, mas  – não – nós vamos esquecê-lo sim. Todos os sofrimentos e as alegrias serão, aos poucos, engolidos pelo ano novo, como as ondas engoliram os poemas do Anchieta. Vamos lembrar os fatos talvez, mas aquelas dores e (ou) alegrias genuínas, não. Elas vão secando com o sal, assim como nossa alma também tende a secar. Este tipo de data festiva, como a “Entrada do Ano Novo” nos força a nos colocar diante da realidade ininterrupta da vida! A vida segue. Temos de juntar os feridos, juntar os vasos quebrados, juntar os trocados, juntar os cadernos com as folhas que sobraram e continuar. Não adianta ficar pensando que tudo é ruim, ou que a vida é um mar de rosas. A vida é a vida! Previsível, inclusive. Eu gostaria de dizer que a vida é surpreendente, mas creio firmemente que a vida é previsível. As consequências do capitalismo, por exemplo, todo mundo sabe quais são! As consequências da vida sedentária ou da vida ativa, as consequências das boas e (ou) das más ações… as consequências das ações (ditas) neutras são totalmente previsíveis. Então, como manter perspectivas para um ano que se quer NOVO? Penso que fazendo do famoso limão, a sua famosa limonada: que bom que a vida segue! Que bom que o ano novo vai começar! Que bom que vamos sonhar que o ano vai ser diferente! Que bom que – se tivermos atitudes diferentes – a nossa vida vai ser – de fato – diferente! Que bom que 2016 acabou! Vamos fazer de conta que sim! Acabou! Hora de agradecer aos amigos, às amigas, à família, aos colegas de trabalho e – no meu caso – também aos meus alunos e às minhas alunas. Agradecer às pessoas que passam, às que não passam. Agradecer pela vida dos mortos e pela vida dos vivos. Agradecer pelo alimento. Eu, como sou Cristã, agradeço primeiro a Deus, ao meu Deus protocolado pela Bíblia Metodista e certificado em 07 vias reconhecidas em cartório, mas entendo quem agradece a outros Deuses, ou agradece porque Deus não existe, na sua concepção. Hora de pedir coisas boas para 2017! Sucesso, saúde, paz, menos vacilos e mais empreendimentos! Daqui a pouco, 2016 vai estar fora da folhinha. Viva 2017. Ano Novo e Vida Nova.

Grande abraço a todos e a todas! – AC

Como é festa, seguem duas trilhas sonoras imbatíveis:

E – sobretudo – como tive muitos Anjos do Senhor que me cuidaram neste Ano de 2016, me protegendo de todo o mal, localizo um obreiro de Cristo, que – nesta canção- me representa perante todos VOCÊS – que sabem bem quem são! 

Anúncios